5 de jun de 2013

[Game] Mad Father


Yooo, chupa chups  
Genki?
Vou começar logo do ponto e3e   Perdi a lista de blogs que eu fiz para repassar aquela tag de antes XD   Sou fabulinda mesmo. Bem, depois eu tento recuperá-la. Ou faço outra. Sei lá e3e   Só sei que já estou correndo de novo *u*   Não tenho muito tempo again. Tenho que estudar pra minha prova de pré-recuperação de matemática (taran ._.) e tenho que fazer duas tirinhas. É que eu vou me candidatar à ADM da page J-music Depressão do facebook e provavelmente devo ser a única interessada, então tenho que fazer logo essas tirinhas (a dona disse que vai convidar alguém se ninguém se candidatar até os 10.000 likes, e eles já estão nos 8.350 O.O  ~ run). Enfim, hoje vim falar de um jogo. Agora vou começar a coluna sobre jogos aqui no blog, dando preferência aos RPG makers. Esse jogo é um dos que eu consegui avançar mais rápido, só não zerei até hoje por que tenho preguiça de resolver os puzzles (isso também -q) não tenho tempo livre para poder jogar, mas ele é bem legal. Como eu disse antes, é um RPG maker e não é em primeira pessoa. Os gráficos dele são bem simples, mas são tão bonitinhos *u*    Esse jogo se chama Mad Father, é de terror e é um dos jogos de RPG maker mais famosos que tem.


Que foto fofinha... Seria uma pena... Se por acaso... O jogo não fosse nada fofinho
MAD FATHER é um jogo de terror, aventura e puzzle criado por Sen - o mesmo de Misao - no WOLF RPG Editor. Ele é sobre Aya Dravis, uma garota de onze anos que vive em uma mansão na Alemanha com seu pai, que faz experiências com seres humanos no porão da casa.
Bem, esse jogo é muito legal. É. Joguei até uma certa parte, aí meu pc deu lag e eu vou ter que rebaixá-lo e recomeçar do zero (mimimi ;-;)   A Aya é muito fofinha *u*   Quando fica assustada, ela dá um gritinho e cai no chão. É fofo de ver e3e    E ela é meio inocentezinha, sabe. -SPOILERS DO INÍCIO DO JOGO- Na intro explica que ela sempre soube das experiências do pai e talz, e ela também sabe o que aconteceu com as pessoas que ele usou como cobaias mas, como a própria já disse, ela se faz de surda e ignora tudo que está acontecendo por causa do que ela prometeu à mãe. Mas até dá pra entender o lado dela (" Eu só fiz isso por que eu amava meu pai " ;-;). Só dá um pouco de raiva a insistência dela em querer salvar o pai contando que, desde a introdução, dá pra perceber que ele ainda vai ser um dos que mais merecem morrer (eu só passei até o episódio 1 e3e   Ainda nem cheguei a reencontrar o Dio ~ chora). Mas, enfim, esse jogo é legal. Muito legal. Mas se você não for bastante inteligente pra resolver os puzzles sem fazer nenhuma besteira (um erro e você tem que recomeçar), se você for que nem eu (prazer, jumenta ._.) não vai ter jeito : vai Walktrought mesmo. Se eu não jogar com Walktrough, vai ser uma merda atrás da outra e eu acabo morrendo mais do que o previsto e3e   Tenho que voltar a jogar (agora bateu uma saudade do Snowball -coelhinho da Aya- do nada ._.), quero logo matar geral kçkç

Dio, meu divo <3   Te amo


Well, é isso :3  Tenho que correr again D:   Depois eu tento recuperar a lista de onze blogs que eu perdi -q  (vou apanhar por enrolar tanto).

Kissus ~

Nenhum comentário

Postar um comentário

Regritas :
¹ - Não insulte ninguém
² - Não fale mal de nenhum blog, muito menos o meu.
Qualquer comentário ofensivo será excluído.

Obrigada por comentar XD
Fez uma blogueira filiz :3